José de Freitas

Barragem do Bezero, Canais foram abertos no sangradouro para facilitar escoamento da água

Defesa Civil afirma que nível da Barragem do Bezerro desce 40 cm em 24 horas

Diretor da Defesa Civil relatou dificuldades por causa do aumento das chuvas na região, que repõem parte da água escoada por desvios. Defesa Civil negou interrompimento de estrada.

Por Carlos Rocha, G1 PI

A Defesa Civil do Piaui informou no começo da noite desta terça-feira (10) que a barragem do Bezerro, em José de Freitas, Norte do Piauí teve uma redução de 40 centímetros. A barragem está sob risco de rompimento desde domingo e desvios foram abertos para escoar o excesso de água. A Defesa Civil negou ainda que a PI-113 tenha sido interrompida por causa da força das águas.

Segundo o diretor da Defesa Civil do Piauí, Vitorino Tavares, o nível da barragem do Bezerro diminuiu 40 centímetros nesta terça-feira. “A barragem hoje desceu em torno de 40 centímetros. O problema é que está acontecendo uma recarga rápida porque tem muita chuva a montante da barragem. Embora esteja desaguando bem por conta do sangradouro ela está repondo rapidamente por conta das chuvas”, relatou.

O diretor negou ainda que a rodovia estadual PI-113 tenha sido interrompida por causa do desvio das águas da barragem do Bezerro. “O nosso pessoal esteve na região por volta das cinco da tarde porque boatos dizem que houve o rompimento da PI-113. É uma foto completamente falsa porque não tem rompimento da estrada. Ela foi afetada, mas cortada ela não foi”, comentou Vitorino Tavares acrescentando que a estrada continua monitorada.

Segundo o diretor geral do Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi), Geraldo Magela, a situação da barragem é de estabilidade. “Está estável. Fazemos medições e comprovamos a diminuição em relação a ontem”, relatou o diretor do Idepi. Geraldo Magela explicou que um técnico foi chamado para colaborar na reconstrução da barragem. “Já sabemos como sair da crise. Pedimos um técnico para um projeto de restauração da barragem em médio prazo”, comentou.

Água flui com velocidade por canais para o rio Marataoan (Foto: Aniele Brandão/TV Clube)Água flui com velocidade por canais para o rio Marataoan (Foto: Aniele Brandão/TV Clube)

Água flui com velocidade por canais para o rio Marataoan (Foto: Aniele Brandão/TV Clube)

Desvios aumentam aumento do nível do rio Marataoan

No fim da tarde desta terça-feira famílias foram retiradas de áreas alagadas em bairros de Barras, no Norte do Piauí. Pelo menos 12 famílias serão retiradas em três bairros do município que tem enfrentado as cheias do rio Marataoan, o mais afetado pelo desvio na Barragem do Bezerro, que corre risco de rompimento em José de Freitas.

Assistentes sociais atuam na retirada de famílias das proximidades do rio Marataoan (Foto: Fotos: Paulo Ricardo/Visão Piauí)Assistentes sociais atuam na retirada de famílias das proximidades do rio Marataoan (Foto: Fotos: Paulo Ricardo/Visão Piauí)

Assistentes sociais atuam na retirada de famílias das proximidades do rio Marataoan (Foto: Fotos: Paulo Ricardo/Visão Piauí)

Pelo menos 12 famílias no momento estão desalojadas, entre as que foram para a casa de parentes e as que foram levadas para abrigos da prefeitura. A prefeitura de Barras prevê que até 13 bairros podem ser afetados pelos alagamentos.

Comentários

comentários

Ronny
Topo