Saúde

(CAPS) II Sudeste realizou nesta terça-feira (21) uma manhã de saúde, com realização de testes rápidos de Sífilis, HIV e hepatites.

Usuários do CAPS Sudeste passam por teste de HIV, sífilis e hepatites

Ação foi realizada no CAPS II Sudeste e um total de 180 exames foram realizados

Usuários do CAPS Sudeste passam por teste de HIV, sífilis e hepatites

Créditos: Ascom

O Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) II Sudeste realizou nesta terça-feira (21) uma manhã de saúde, com realização de testes rápidos de Sífilis, HIV e hepatites. Mais de 40 usuários e seus familiares foram examinados no local. Foram feitos um total de 180 exames para as três doenças. Segundo a coordenadora Ana Benedita Coelho, esta foi a primeira vez que os usuários do CAPS II Sudeste participaram deste tipo de ação. “Antes da testagem, é feito por um momento de aconselhamento sobre métodos de prevenção”, explica a coordenadora. “Depois, se o exame der positivo, a pessoa é encaminhada para tratamento”, diz. A ação foi realizada em parceria com o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA). O CAPS II Sudeste atende uma média de 110 pessoas por dia. O centro tem atualmente 1.375 usuários cadastrados e 577 usuários ativos. No CAPS, as pessoas com transtornos mentais têm acesso a consultas e atividades como grupos, atendimento individual, orientação medicamentosa, atividade física e triagem. “Aqueles com transtornos severos, graves e persistentes passam o dia todo no CAPS e à noite retornam para suas casas. Outros passam apenas um turno e outra parte dos usuários vêm apenas para consulta e orientação medicamentosa”, explica a coordenadora. Para ter acesso ao serviço, a pessoa deve procurar diretamente o serviço ou ser encaminhado pelo Programa de Saúde da Família (PSF) ou por qualquer serviço de saúde. Ela pode ir sozinha ou acompanhada devendo, preferencialmente, procurar o CAPS que atende na região onde mora. O horário de funcionamento do CAPS é de 8h às 18h, de segunda a sexta-feira.

Comentários

comentários

Ronny
Topo