Esporte

Flamengo Vitinho, Jogo mais importante do ano

Por Amanda Kestelman — Rio de Janeiro

Na véspera do duelo decisivo do Flamengo contra o líder Palmeiras, Vitinho foi o escolhido para conceder entrevista coletiva no Ninho do Urubu. Autor de um dos gols da última vitória – 4 a 0 sobre o Paraná -, o atacante falou sobre a evolução com a camisa rubro-negra e destacou seu bom momento.Na véspera do duelo decisivo do Flamengo contra o líder Palmeiras, Vitinho foi o escolhido para conceder entrevista coletiva no Ninho do Urubu. Autor de um dos gols da última vitória – 4 a 0 sobre o Paraná -, o atacante falou sobre a evolução com a camisa rubro-negra e destacou seu bom momento.

– Quero aproveitar ao máximo as oportunidades, trabalhando para render. Tenho conseguido evoluir cada partida e meu jogo tem ajudado a equipe. E temos conquistado os objetivos.

+ Pinturas, vítimas, garçons… Raio-x do ataque do Flamengo, o mais letal do Campeonato Brasileiro + À procura do momento marcante, Vitinho admite pressão extra pelos 40 mi e esquenta “jogo do ano”

Vitinho afirmou que a ansiedade pode ter atrapalhado um pouco seu começo no Flamengo.

– Acho que o fato de vir para o meu clube do coração me emocionou muito. Fiquei ansioso para dar retorno que esperavam, acabou me atrapalhando. Agora, mais tranquilo, venho conseguindo obter boas partidas

– Fiquei ansioso no início, hoje tenho buscado equilibrio – completou.

O Flamengo recebe o Palmeiras pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro às 19 deste sábado, no Maracanã. Em caso de vitória, o Rubro-Negro diminuirá a diferença para o primeiro colocado para apenas um ponto.

Vitinho fez um dos gols da goleada sobre o Paraná — Foto: RODOLFO BUHRER/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOVitinho fez um dos gols da goleada sobre o Paraná — Foto: RODOLFO BUHRER/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Vitinho fez um dos gols da goleada sobre o Paraná — Foto: RODOLFO BUHRER/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Veja outras respostas de Vitinho na entrevista coletiva:

Caso Diego Alves – Assunto que aconteceu internamente. E internamente estamos resolvendo. Não quero pronunciar sobre isso. Está com a gente, treinando. Tenho certeza que vai se resolver

Jogo contra o Palmeiras – Jogo mais importante do ano. Contra líder, confronto direto. Se conseguirmos a vitória, encostamos. Grande jogo para gente. Temos que vencer essa partida para nos colocar mais próximo para brigar.

Comportamento da equipe – Temos que continuar nos comportando como estamos. É o tipo de comportamento que temos que ter num jogo desse. Pelo tipo de adversário. Temos que manter a postura, para trazer torcida mais junto. Assim como está. Atitude vai ser fundamental nesse jogo.

Como gostava de ver o Flamengo nos tempos de torcedor – A gente gosta de jogo bonito. Pela qualidade das duas equipes, vai ser ser. Um jogo que o Flamengo crie bastante, transforme em gol. Flamenguista gosta de ver raça, que a equipe tem demonstrado.

Cobrança – Quando falei de cobrança, eu me cobrei muito. Eu também me cobrei em excesso. Acho que isso me atrapalhou. Porque sou eu que tomos as ações, atitudes. Então, eu acho que me pressionei demais, e me atrapalhou.

Posicionamento – Eu me sinto à vontade jogando. O importante é ajudar o Flamengo, meus companheiros. Mas joga ponta esquerda, desde pequeno tem esse carinho. Até por ver jogador que admira, Ronaldinho, Neymar.

– Desde pequeno atuei jogando ali. No futebol de hoje, tem muita movimentação. Estamos sempre buscando, trocando de posicionamento dentro do jogo. Temos cumprido a função. E desta maneira, causa dificuldade para o adversário na marcação.

Arbitragem – Para gente tanto faz quem vai apitar. Temos que jogar nosso jogo. Em algumas situações, o árbitro é importante. A gente quer que ele faça o trabalho dele e a gente o nosso. Também tínhamos jogadores pendurados. Mas nos comportamos para não levar cartão. Mas não temos que nos prender muito nisso.

Manutenção do time titular – Isso traz entrosamento. Pode ver pelos nossos jogos. Acho que tem dado confiança para quem vem jogando, até para os que não vem jogando. Sempre diz que vai contar com todos. A oportunidade não te avisa, ela chega. Quando precisar dos outros, vão estar todos preparados.

Estilo do Palmeiras – A gente tem buscado se comportar de maneira defensiva muito junta. Marcar junto, defender junto. Desenvolver o ataque mais próximo do campo do adversário. Nós tentamos atrapalhar ao máximo para quem vem de treinar fazer o desarme. Tem funcionado, e Dorival tem elogiado bastante. Palmeiras tem jogadores de extrema qualidade, temos que ficar atento. Mas terá essa preocupação e agressividade no jogo.

Comentários

comentários

Ronny
Topo