Bom Jesus

Há 15 anos, o tradicional espetáculo da Paixão de Cristo, na cidade de Bom Jesus, emociona o público

Tuca Andrada e Elana participam da Paixão de Cristo em Bom Jesus

A apresentação será na sexta-feira (19), a partir das 18h.

Divulgação
Tradicional espetáculo da Paixão de Cristo em Bom Jesus (Divulgação)

Há 15 anos, o tradicional espetáculo da Paixão de Cristo, na cidade de Bom Jesus, emociona o público que se desloca até o teatro natural no Salão da Serra para assistir à apresentação a céu aberto. Este ano, o ator Tuca Andrada e a bonjesuense Elana Valenária, ex-BBB, fazem parte do elenco, interpretando Pilatos e Salomé, respectivamente. A apresentação será realizada na sexta-feira (19), a partir das 18h.

Segundo o diretor Franklin Pires, que já dirigiu diversas edições do espetáculo em Bom Jesus, assim como outras apresentações como a Batalha do Jenipapo, este ano a versão musical da história de Jesus Cristo conta com várias músicas conhecidas pelo público e também composições próprias. Além de atuar, os cantores interpretarão músicas inéditas, compostas especificamente para o espetáculo, assim como algumas músicas gospel e também do cantor Roberto Carlos.

“Este ano nós temos muitas pessoas de Bom Jesus no elenco, o que era um desejo antigo, de valorizar os talentos locais. Mas também temos alguns atores que vieram de Teresina, além do ator Tuca Andrada e da Elana. Serão mais de 100 atores em cena, com essa mistura de estrelas, a expectativa é que a gente consiga atrair um público de duas mil pessoas”, conta o diretor.

O ator Tuca Andrada é grande conhecido do público pela participação em várias novelas, e atualmente está no ar com o personagem Mattoso em “O Sétimo Guardião”, da Rede Globo. Elana Valenária é natural de Nazaré do Piauí e ficou conhecida nacionalmente pela participação no reality show Big Brother Brasil deste ano.

A maior parte do elenco da Paixão de Cristo é formada por jovens da cidade de Bom Jesus, que recebem aulas permanentes de teatro, rabeca e dança. A cidade ganhou em 2018 seu primeiro teatro, o Alard, e há três anos o Centro Cultural Mestre Joaquim Carlota, construídos pelo Governo do Estado do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult).

Fonte: pi.gov.br  /  Autoria: Marisa Oliveira

Comentários

comentários

Ronny
Topo