Municípios

Reforma da previdência,Trabalhadores rurais fazem protesto em Teresina

Trabalhadores rurais protestam contra a reforma da previdência em Teresina

O protesto, segundo a organização, tem cerca de 500 trabalhadores rurais participando.

Por G1 PI

Trabalhadores rurais fazem protesto desde as 7h desta segunda-feira (11), em frente à Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Piauí (FETAG), na Avenida Frei Serafim, em Teresina. O protesto é contra a reforma da previdência e cerca de 500 pessoas participam do movimento, segundo a organização. A Polícia Militar não acompanha o ato.

Agricultores dos municípios de CurimatáAgricolândiaCristino CastroCampo MaiorCanto do Buriti, entre outros, participam da mobilização.

Segundo Elisângela Moura, presidente da FETAG, os trabalhadores foram orientados pelo próprio órgão, de todos os estados, para que fizessem a mobilização. “Essa reforma é nociva à sociedade, principalmente aos trabalhadores rurais. O governo mais uma vez tenta enganar dizendo que nós não estamos inseridos na reforma de previdência, mas estamos sim, inclusive com 15 anos contribuição”, disse a presidente.

Trabalhadores rurais fazem protesto em Teresina (Foto: Reprodução/Tv Clube)Trabalhadores rurais fazem protesto em Teresina (Foto: Reprodução/Tv Clube)

Trabalhadores rurais fazem protesto em Teresina (Foto: Reprodução/Tv Clube)

Atualmente, os agricultores se aposentam com a comprovação da atividade rural e, com a reforma, os trabalhadores terão que contribuir mensalmente à previdência social e, segundo Elisângela, isso é prejudicial, porque afirmam que não têm como pagar todos os meses já que dependem da safra.

Os trabalhadores pedem apoio e a participação da população. A manifestação vai continuar ao longo do dia na avenida Frei Serafim, apenas com ato diante da Fetag. A previsão é que o protesto encerre ao meio dia.

Comentários

comentários

Ronny
Topo