Esporte

Rodada decisiva da fase de grupos da Copa da Rússia começa nesta segunda-feira.

Dia #12 da Copa tem artilheiros em campo para luta pelo primeiro lugar dos grupos A e B

CR7, Cheryshev e Diego Costa vão atrás de Kane pela chuteira de ouro. Goleador, Suárez é aposta uruguaia para duelo contra a Rússia pelo grupo A, que ainda tem jogo dos eliminados

Por GloboEsporte.com, Rússia / Foto: Infoesporte

Chegou a hora das definições. A largada para a última rodada da fase de grupos da Copa da Rússia começa nesta segunda-feira. Com jogos no mesmo horário em cada grupo, serão estabelecidos dois dos oito jogos das oitavas de final do Mundial.

E nestas decisões, as seleções depositam nos artilheiros a esperança de gols para as respectivas classificações para a próxima fase. Harry Kane fez bonito neste domingo, anotou um hat-trick, e assumiu a ponta da chuteira de ouro da Rússia 2018, com cinco gols. Cristiano Ronaldo (4 gols), Cheryshev (3) e Diego Costa (3) terão a chance de igualar ou superar o feito do inglês nesta segunda-feira.

Vice-artilheiro da Copa, Cristiano Ronaldo tem a chance de alcançar Harry Kane no jogo contra o Irã (Foto: REUTERS/Carl Recine)Vice-artilheiro da Copa, Cristiano Ronaldo tem a chance de alcançar Harry Kane no jogo contra o Irã (Foto: REUTERS/Carl Recine)

Vice-artilheiro da Copa, Cristiano Ronaldo tem a chance de alcançar Harry Kane no jogo contra o Irã (Foto: REUTERS/Carl Recine)

+ Copa 2018: sem 0 a 0, número de gols até a rodada dois só fica atrás do Mundial 2014

No grupo A, já sabe-se quem avança e quem fica para trás. Em Samara, a Anfitriã do meia Cheryshev encara o Uruguai da dupla de frente Cavani e Suárez, às 11h. E para o jogão que vale o primeiro lugar, o melhor ataque pega a melhor defesa da competição. Com oito gols marcados, a Rússia é a equipe com mais bolas na rede, ao lado de Inglaterra e Bélgica. A força ofensiva russa, porém, terá que furar o bloqueio uruguaio, que ainda não viu sua rede balançar. Apenas a Croácia também não foi vazada até aqui. No outro jogo do grupo, Arábia Saudita e Egito medem forças na partida dos já eliminados da competição.

+ Veja a tabela da Copa do Mundo

Enquanto Rússia e Uruguai se qualificaram para as oitavas com antecedência, as vagas do grupo B podem ser decididas nos critérios de desempate. Com classificações encaminhadas, Espanha e Portugal têm quatro pontos, com vantagem espanhola pelo número menor de cartões recebidos. A La Roja de Isco e cia encara o eliminado Marrocos em Kaliningrado, às 15h. No mesmo horário, Irã e Portugal se enfrentam em Saransk. Com três pontos, a equipe asiática precisa vencer os lusos para conseguir se classificar.

+ Alerta fair play: cartões podem decidir colocação de Portugal e Espanha; entenda

Uruguai x Rússia

3ª rodada do Grupo A 11h – Estádio Samara – Samara

Já classificadas para as oitavas de final, as seleções de Uruguai e Rússia se enfrentam pelo primeiro lugar do Grupo A. Se os donos da casa voltaram a ter a confiança do torcedor após duas boas vitórias (5 a 0 sobre Arábia Saudita e 3 a 1 contra o Egito), os uruguaios ainda não tiveram uma atuação convincente e a tônica é justamente recuperar o conhecido “espírito” da equipe celeste.

Luis Suarez e Cavani são as referências ofensivas do Uruguai (Foto: Getty Images)Luis Suarez e Cavani são as referências ofensivas do Uruguai (Foto: Getty Images)

Luis Suarez e Cavani são as referências ofensivas do Uruguai (Foto: Getty Images)

Acredito que desfrutamos deixando tudo no campo. Nosso jeito de sentir o jogo e desfrutar é deixando a vida lá dentro. Independentemente da situação que temos hoje, faremos sempre da mesma maneira. O objetivo era classificar e classificamos. Agora nosso objetivo é ficar em primeiro. Nossa intensidade vai ser a mesma na partida – disse Cavani, em coletiva de impensa.

Anfitriã, a Rússia busca quebrar um tabu de jamais ter vencido um país sul-americano desde que se tornou independente, em 1991. Em 10 jogos, foram quatro empates e seis derrotas. A última vez que enfrentou os uruguaios foi há seis anos, em um amistoso disputado em Moscou, quando houve empate em 1 a 1, com gols de Luis Suárez e Kerzakhov.

Prováveis escalações:

  • Uruguai: Muslera; Maxi Pereira, Godín, Coates e Vecino; Bentancur, Nández, Torreira e Arrascaeta; Cavani e Suárez. Técnico: Óscar Tabárez Desfalques: José Giménez (lesão)
  • Rússia: Akinfeev; Mario Fernandes, Kutepov, Ignashevich e Smolnikov; Zobnin, Gazinski, Samedov, Golovin e Cheryshev; Dzyuba. Técnico: Stanislav Cherchesov. Desfalques: Nenhum

Arbitragem:

  • Árbitro principal: Malang Diedhiou (Senegal)
  • Assistentes: Djibril Camara (Senegal) e El Hadji Samba (Senegal)
  • Quarto árbitro: Bamlak Tessema (Etiópia)

Arábia Saudita x Egito 3ª rodada do Grupo A 11h – Estádio Volgogrado – Volgogrado

Com Mohamed Salah, um dos melhores jogadores do mundo na última temporada, o Egito tinha esperanças de avançar às oitavas de final na Copa do Mundo, mas viu as chances serem encerradas antes mesmo da terceira rodada. Assim, restou ao time de Héctor Cúper deixar ao menos uma boa última impressão nesta segunda-feira contra a Arábia Saudita, além de poder homenagear o goleiro El-Hadary que, aos 45 anos, deve ser titular e se tornar o jogador mais velho a disputar uma partida de Copa do Mundo.

Salah tentará ajudar o Egito a conquistar os primeiros pontos na Rússia (Foto: Reuters)

Salah tentará ajudar o Egito a conquistar os primeiros pontos na Rússia (Foto: Reuters)

– Nós jogamos um bom campeonato. Muitos falarão que não, mas jogamos um bom futebol. Talvez dez ou 12 minutos ruins contra a Rússia. Em geral fizemos bons minutos tanto contra o Uruguai, quanto contra a Rússia. Não estou triste porque o time jogou mal. Fizemos o que podia ser feito – ponderou o comandante, que preferiu poupar Salah, que se recuperava de lesão no ombro, na estreia contra o Uruguai.

Para a Arábia Saudita, a partida será a oportunidade de encerrar o jejum de 24 anos sem vitórias em Copas do Mundo. A última vez que os sauditas venceram um confronto foi no Mundial de 1994, nos Estados Unidos, quando bateram Marrocos (2 a 1) e Bélgica (1 a 0) na primeira fase, avançando às oitavas de final. Em 1998 e 2006, a equipe somou um ponto em cada edição, enquanto em 2002 saiu zerada da competição.

Transmissão: GloboEsporte.com (com Rembrandt Junior e Bob Faria) e SporTV 2 (com Eduardo Moreno e Carlos Eduardo Lino). O site faz acompanhamento em Tempo Real.

Prováveis escalações:

  • Arábia Saudita: Al-Owais; Al-Burayk, Osama Hawsawi, Al-Boleahi e Al-Sharani; Al-Mogahwi, Ateef, Kanno e Al-Faraj e Al-Dawsari; Al-Muwallad Técnico: Juan Antonio Pizzi Desfalques: Nenhum
  • Egito: El-Hadary; Fathy, Gabr, Hegazy e Abdel-Shafi; Elneny, El-Said Hamed e El-Sai; Salah, Hassan e Mohsen Técnico: Héctor Cúper Desfalques: Nenhum

Arbitragem:

  • Árbitro principal: Wilmar Roldán (Colômbia)
  • Assistentes: Alexander Guzmán (Colômbia) e Cristian De La Cruz (Colômbia)
  • Quarto árbitro: Ricardo Montero (Croácia)

Irã x Portugal 3ª rodada do Grupo B 15h – Estádio Saransk – Saransk

Vale a vaga! Portugal tem quatro pontos e o Irã três. Quem vencer complica a classificação do outro. Para o time asiático, uma derrota ou empate significariam a eliminação da Copa. Apenas a vitória interessa. Para os lusos, o empate já basta. Porém, a disputa pelo primeiro lugar do grupo faz com que a vitória tenha um valor maior. No momento, Portugal é segundo por ter levado dois cartões amarelos contra um da Espanha.

O duelo em Saransk tem uma curiosidade com a principal estrela da partida como elo entre os dois treinadores. Isso porque Cristiano Ronaldo já foi treinado por Fernando Santos e Carlos Queiroz tanto na seleção portuguesa quanto em clubes. Para “anular” o artilheiro e vencer o confronto, o técnico iraniano diz ter a receita.

– Respeito, realismo e romantismo. Temos que basear nosso jogo no valor fundamental. Quero uma equipe com honestidade, integridade, sacrifício, comprometimeto, bravura. O líder da nossa equipe é a equipe. Não viemos aqui para sermos perdedores simpáticos. Viemos com dignidade para trazer orgulho aos iranianos.

Para o técnico Carlos Queiroz, a força do Irã é o próprio coletivo (Foto: Ricardo Moraes/Reuters)Para o técnico Carlos Queiroz, a força do Irã é o próprio coletivo (Foto: Ricardo Moraes/Reuters)

Para o técnico Carlos Queiroz, a força do Irã é o próprio coletivo (Foto: Ricardo Moraes/Reuters)

+ Atacante trata jogo contra Portugal como “mais importante da história do Irã”

Para o duelo, o Irã não vai poder contar com o volante Cheshmi, que se machucou na última segunda-feira. Pelo lado português, Fernando Santos vai com força máxima. Com gripe, João Moutinho perdeu dois dias de treinos e voltou aos trabalhos neste domingo. Caso ele seja baixa, o técnico tem muitas opções para mexer no time. Bruno Fernandes também não tem vaga garantida. Gonçalo Guedes, titular contra Espanha e Marrocos, disputa lugar no ataque com André Silva.

Prováveis escalações:

  • Irã: Beiranvand, Rezaeian, Hosseini, Pouraliganji e Hajsafi; Ebrahimi, Ezatolahi, Taremi, Amiri e Ansarifard; Azmoun.  Técnico: Carlos Queiroz Desfalques: Roozbeh Cheshmi (lesionado)
  • Portugal: Rui Patrício; Cédric, Pepe, José Fonte e Raphael Guerreiro; William Carvalho, João Moutinho (Adrien Silva, João Mário ou Bruno Fernandes), Bruno Fernandes (João Mário ou Gelson Martins) e Bernardo Silva; Gonçalo Guedes (André Silva) e Cristiano Ronaldo. Técnico: Fernando Santos Desfalques: Nenhum

Arbitragem:

  • Árbitro principal: Enrique Cáceres (Paraguai)
  • Assistentes: Eduardo Cardozo (Paraguai) e Juan Zorrilla (Paraguai)
  • Quarto árbitro: Mehdi Abid Charef (Argélia)

Espanha x Marrocos 3ª rodada do Grupo B 15h – Estádio Kaliningrado – Kaliningrado

Em um jogo de ambições diferentes, Espanha e Marrocos se enfrentam nesta segunda-feira em Kaliningrado, às 15h. O primeiro busca confirmar a primeira colocação do grupo B. Já o segundo quer deixar a Rússia com uma imagem melhor: até aqui, a equipe africana ainda não marcou nenhum gol, sofreu duas derrotas e já está eliminada da Copa. Segundo o treinador Hervé Renard, Marrocos vai jogar “por orgulho e honra”.

Técnico Hervé Renard, do Marrocos, promete dificultar a vida da Espanha e resgatar a honra do Marrocos (Foto: Mariana Bazo/Reuters)Técnico Hervé Renard, do Marrocos, promete dificultar a vida da Espanha e resgatar a honra do Marrocos (Foto: Mariana Bazo/Reuters)

Técnico Hervé Renard, do Marrocos, promete dificultar a vida da Espanha e resgatar a honra do Marrocos (Foto: Mariana Bazo/Reuters)

– Vamos jogar essa última partida para salvar a nossa honra, como se estivéssemos tentando a classificação. Meu trabalho, sou pago para isso, é desafiar a Espanha, causar dificuldades a eles e deixar o povo de Marrocos orgulhoso de nós.

Pelo lado espanhol, o técnico Fernando Hierro procurou frisar que, apesar da liderança, nada está garantido e o grupo vai focado para vencer o duelo. No elenco, o artilheiro Diego Costa é a esperança para sair de Kaliningrado com os três pontos.

Diego Costa é o artilheiro da Espanha na Copa, com três gols (Foto: Reuters)Diego Costa é o artilheiro da Espanha na Copa, com três gols (Foto: Reuters)

Diego Costa é o artilheiro da Espanha na Copa, com três gols (Foto: Reuters)

– Vamos tentar ganhar o jogo de verdade, fazer um bom trabalho. O outro jogo deixamos para eles. Nós estaremos focados no nosso, no Marrocos. Vamos trabalhar muito o mental para essa partida. Matematicamente não estamos classificados – ponderou Hierro.

Prováveis escalações:

  • Espanha: De Gea; Alba, Sergio Ramos, Piqué e Carvajal; Busquets, Iniesta (Koke ou Thiago Alcántara), Isco, David Silva e Aspas; Diego Costa Técnico: Fernando Hierro Desfalques: Nenhum
  • Marrocos: El Kajoui; Hakimi, Saiss, Benatia, Mendyl; El Ahmadi, Ziyech, Boussoufa, Belhanda, Noureddine Amrabat; Boutaib Técnico: Hervé Renard Desfalques: Benasser (lesão)

Arbitragem:

  • Árbitro principal: Ravshan Irmatov (Uzbequistão)
  • Assistentes: Abduxamidullo Rasulov (Uzbequistão) e Jakhongir Saidov (Uzbequistão)
  • Quarto árbitro: Mohammed Mohamed (Emirados Árabes Unidos)

Comentários

comentários

Ronny
Topo