Polícia

(Sejus), iniciou o funcionamento da Penitenciária Regional Nelson Mandela, em Campo Maior, que começou a receber os primeiros presos

Penitenciária Regional de Campo Maior começa a funcionar e recebe 15 presos

A penitenciária Nelson Mandela tem capacidade para 180 detentos.

Ascom Sejus
Penitenciária Regional Nelson Mandela (Ascom Sejus)
O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), iniciou o funcionamento da Penitenciária Regional Nelson Mandela, em Campo Maior, que começou a receber os primeiros presos, na madrugada desta quinta-feira (14). Quinze detentos já estão sendo custodiados na nova unidade penal, que tem capacidade de 180 vagas, 20 a mais do previsto – e passou a funcionar, antecipadamente, devido à superlotação da Central de Flagrantes de Teresina, com quase 70 presos. A medida, de acordo com o secretário de Estado da Justiça, Daniel Oliveira, visa garantir a continuidade do protocolo de segurança, no que se refere a prisões e recebimento de presos em unidades penitenciárias, de modo que o Estado garanta a custódia adequada. “Continuaremos trabalhando de forma integrada com a Secretaria de Estado da Segurança Pública e o Comando Geral da Polícia Militar, para cumprir as ordens judiciais e o recebimento e custódia de detentos. Se tiver que prender, a polícia vai prender e vamos receber os detentos, pois os interesses da sociedade estão sempre em primeiro lugar”, assinala o gestor. O gerente do presídio será o capitão da Polícia Militar, Thanack Hitler da Silva Costa. “Por determinação do secretário da Justiça, assumimos a direção desta unidade. Estamos sempre à disposição para servir ao Estado e garantir o cumprimento da Lei”, pontua Thanack. A Penitenciária de Campo Maior estava prevista para ser inaugurada em outubro. A Secretaria da Justiça está programando a inauguração solene da unidade para os próximos dias. Fonte: http://www.pi.gov.br/materia/justica/penitenciaria-regional-de-campo-maior-comeca-a-funcionar-e-recebe-15-presos-2843.html

Comentários

comentários

Ronny
Topo