Saúde

Somente neste final de semana, 130 pacientes passarão por procedimentos cirúrgicos no I Mutirão de Cirurgias Eletivas, da Secretaria de Estado da Saúde.

Mutirão de Cirurgias Eletivas vai atender 130 pacientes somente neste final de semana

Até o final do ano, a meta é atender 2.000 pessoas.

Somente neste final de semana, 130 pacientes passarão por procedimentos cirúrgicos no I Mutirão de Cirurgias Eletivas, da Secretaria de Estado da Saúde. Os pacientes serão atendidos entre os dias 3 a 5 de novembro, em quatro unidades hospitalares, tanto na capital como no interior. Até o final do ano, a meta é atender 2.000 pessoas. Ao todo, serão investidos mais de R$ 3,8 milhões para a realização dos procedimentos cirúrgicos de diversas áreas. Desta sexta (3) a domingo (5), os Hospitais da Polícia Militar, em Teresina; o Estadual Gerson Castelo Branco, em Luzilândia; o Estadual Júlio Hartman, em Esperantina; e o Regional de Campo Maior vão atender 130 pacientes, em cirurgias como gerais, ortopédicas, pediátricas e ginecológicas. Além das cirurgias, mais de 150 pacientes passarão por consultas ambulatoriais para triagem e marcação dos procedimentos. O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, ressalta a importância da iniciativa. “Essa é uma grande ação da Secretaria, que vai congregar 10 hospitais nas mais diversas regiões. E já neste primeiro final de semana, temos quatro hospitais realizando as cirurgias pela modalidade de mutirão”, declarou. O I Mutirão de Cirurgias Eletivas foi apresentado à sociedade na última segunda-feira (30) e pretende diminuir a fila de espera por procedimentos cirúrgicos. “É um grande mutirão que nós estamos realizando, para que possamos diminuir a fila de usuários do SUS que esperam pela realização de uma cirurgia e também descentralizar o serviço, que vai ocorrer tanto em Teresina com em nove municípios”, afirma. O Hospital Getúlio Vargas, em Teresina, também realiza mutirão neste sábado (4), numa rotina semanal de mutirões. Para este final de semana, a meta é realizar 26 cirurgias de prostatectomia (retirada da próstata) e hidrocele. Calendário – 3 a 5 de novembro Hospital da Polícia Militar – Teresina Cirurgias gerais e ortopédicas – 4 de novembro Hospital Estadual Gerson Castelo Branco – Luzilândia Cirurgias gerais – 3 e 5 de novembro Hospital Estadual Julio Hartman – Esperantina Cirurgias gerais – 3 e 4 de novembro Hospital Regional de Campo Maior – Campo Maior Cirurgias gerais – 4 e 5 de novembro Primeiro Mutirão de Cirurgias Eletivas O I Mutirão de Cirurgias Eletivas vai contemplar cerca de duas mil pessoas, que estão na fila de espera nos dez hospitais da rede estadual. Os pacientes serão chamados de acordo com o procedimento e serão contemplados aqueles residentes na sede do hospital, como também nos municípios no entorno, já que o Mutirão deve atender os pacientes residentes nos 224 municípios. Para realizar o mutirão, a Secretaria de Estado da Saúde disponibiliza R$3.896.119,33, fruto da portaria 1.294/2017, do Ministério da Saúde. Estão previstas cirurgias como gerais, pediátricas, ortopédicas e oftalmológicas, podendo ser procedimentos ambulatoriais, como aqueles que necessitam de internação hospitalar.
Autoria: Graciene Nazareno

Comentários

comentários

Ronny
Topo