Municípios

W. Dias, afastamento das atividades laborais dos profissionais da educação

Governador assina ato de afastamento de 40 professores para sua qualificação

O governador Wellington Dias assinou, nesta terça (29), o ato de afastamento das atividades laborais dos profissionais da educação básica integrantes do quadro efetivo da Rede Pública Estadual de Ensino. O documento autoriza os docentes a se afastarem por período provisório para participarem de cursos de pós-graduação stricto sensu ou pós-doutorado.

Neste ano, 40 professores foram selecionados, dentre eles cinco para doutorado e 35 para mestrado. “Onze desses professores farão os cursos em outros estados e o restante fará no Piauí, mas também precisam da autorização da Seduc para ter a disponibilidade necessária para realizar com êxito a capacitação. A intenção é valorizar cada vez mais o nosso profissional”, disse o secretário de Educação, Helder Jacobina.

Para o professor João Patrício, que representou os demais docentes na solenidade, a educação do Piauí ganha com a medida. “A concessão desse direito de afastamento é muito importante. Ao mesmo tempo que saímos para aprender, devemos retornar para servir. Essa é a preocupação do governo e nossa que fazemos a educação do Piauí”, pontuou o profissional, que vai ao Rio Grande do Sul fazer o mestrado em Gestão Educacional.

De 2015 até hoje, cerca de 200 professores participaram do programa. Os editais de afastamento são lançados pela Secretaria de Educação duas vezes por ano, disponibilizando cerca de 100 vagas anuais. Os salários dos professores, caso não estejam em estágio probatório, se transformam em bolsas de estudo, permitindo que os mesmos se dediquem aos estudos.

Autoria: Aline Medeiros e Lorenna Costa

Comentários

comentários

Ronny
Topo