SIGA O 24H

Partilha - Virginia Melo

Meditando sobre o sacramento da EUCARISTIA (Pão vivo/alimento/vigor) e o dom da FORTALEZA (poder/energia boa) no Espírito Santo.

Publicado

em

Compartilhar isso...

Cerco de Jericó 7° dia

As leituras são: Josué 5,13-16 e 6,1-20; Salmo 143(142); Gênesis 1,1-5; Evangelho do dia: João 16,29-33; Catecismo da Igreja Católica  n° 1406 a 1419 e 696 (símbolo FOGO/ÂNIMO), meditando sobre o sacramento da EUCARISTIA (Pão vivo/alimento/vigor) e o dom da FORTALEZA (poder/energia boa) no Espírito Santo. Fazer leitura de Josué 6,1-20 por 7 vezes neste dia, em razão das 7 voltas em Jericó.Abençoado dia para aprendermos que Deus habita e se revela na força dos fracos que têm fé em Jesus, no coração e na mente, e na oração e Pão Vivo no dia a dia acolhem o sobrenatural de Deus. Como as muralhas de Jericó, enormes impedimentos contra a nova vida oferecida por Deus, foram derrubadas pela fé, obediência e unidade do povo de Deus,  também hoje Jesus fala da fortaleza (poder/boa energia) e efeitos de ter fé, exercício do perdão e sintonia com Deus, no seguimento fiel a Ele, o Cristo.Hoje, 13 de Maio, a Igreja Católica celebra o título de Nossa Senhora Fátima, pois em 1917 houve a primeira aparição da Virgem Mãe Maria aos três pastorinhos que tinham respectivamente 10, 9 e 7 anos de idade: Lúcia dos Santos e Francisco e Jacinta Marto; em Fátima, Portugal. Ela falou a eles: “Não tenham medo. Vim para pedir-lhes que venham aqui, todo o dia 13, por seis meses consecutivos, nesta mesma hora. Oportunamente, dir-lhes-ei quem sou eu e o que quero”. As aparições foram até 13 de outubro quando aconteceu o “Milagre do Sol”, então a  Virgem Mãe pediu penitência,  conversão, orações, para rezar o Terço diariamente e se afastar do pecado. Falou de guerras e de segredos que foram observados depois. É a intimidade com Jesus. Antes da ascensão de Jesus os discípulos declararam a Ele a sua fé como o Cristo, e entenderam sua em missão de anúncio e testemunho. Jesus se fez pão para ser acessível a todos, Ele é o Pão Vivo (Palavra/Eucaristia), mas só os que o consomem de limpo coração, na simplicidade, sem as contaminações do pecado, terrenas, com retidão e misericórdia, aproveitam seus efeitos de força e benção, a renovação e quebra de muralhas com e por Jesus na vontade de Deus. Fé, esperança e amor-caridade! Jesus renova todas as coisas! Orações recíprocas!🙏https://www.instagram.com/p/C66VNXJr1DV/?igsh=MTFmZ2ZubzJzczdlYQ==

vmelo2019

 Cerco de Jericó 6° dia

As leituras são: Josué 5,2-12; Salmo 130(129); Gênesis 1,24-31; Evangelho do dia: Mateus 2,1-12; Catecismo da Igreja Católica  n° 1526 a 1532 e 699 (símbolo MÃO/INTERCESSÃO), meditando sobre o sacramento da UNÇÃO DOS ENFERMOS (cuidado espiritual/graça que cura/liberta) e o dom da CIÊNCIA no Espírito Santo.Abençoado dia para aprendermos que Jesus nos chama, como seus enviados, a vivermos despojados de nosso ser carnal, assim anunciando e testemunhando a luz e ação Dele, pelo Espírito Santo e na vontade de Deus Pai.Após a passagem para a terra prometida, a geração de murmuradores apegados às coisas passadas foi se extinguindo, e a nova geração foi nascendo e sendo circuncidada como pertença de Deus, de modo que houve renovação do povo, de hábitos e mentalidade, mantidos os princípios eternos e divinos.Antes de ascender ao céu, Jesus soprou o Espírito Santo sobre os apóstolos e abriu a mente deles, para que entendessem e sentissem a força da Palavra, tivessem fé e  conhecimento (ciência) da vontade de Deus para edificação do Reino celeste, pelo anúncio e testemunho do amor-caridade, como fez a Santíssima Virgem Maria.Jesus chama seus seguidores ao aprendizado da vida na fé em sua presença divina e espiritual, ensinando inclusive que podem acontecer sinais de diante de certas situações. É importante dizer que os sinais mencionados por Jesus não são medidos ou provocados por seus ungidos, mas podem acontecer pela fé, muitos ainda têm que ser descobertos pelos mesmos, não se trata de exibição, mas de defesa diante das ciladas do mundo. Jesus não concede dons e cuidados (unção dos enfermos, cura, graça) a serem desperdiçados ou exibidos de forma aleatória, mas, sendo fiel, Deus protege os seus sempre que for necessário. Daí a necessidade do  despojamento das coisas carnais, corte do que é mundano e arcaico, para que o Espírito Santo aja livremente, como guia e defensor. É sempre Jesus quem conduz nossa vida como cristãos, mas precisamos nos abrir (intercessão) a tudo o que Ele nos quis e quer revelar, renovar, para nossa salvação e dos demais. Deus é  fiel. Fé esperança e amor-caridade! Jesus renova todas as coisas! Orações recíprocas!,🙏https://www.instagram.com/p/C64jlFlL2n3/?igsh=djU4dHB6NGFxeWtw

vmelo2019

Cerco de Jericó 5° dia

As leituras são: Josué 4,1-8; Salmo 102(101); Gênesis 2,1-3; Evangelho do dia: João 16,23b-28; Catecismo da Igreja Católica  n° 1590 a 1600 e 700 (símbolo DEDO/DIGITAL/REGISTRO), meditando sobre o sacramento da ORDEM (serviço/missão) e o dom do CONSELHO (consolo/descanso) no Espírito Santo.Abençoado dia para aprendermos que Jesus é nosso único e verdeiro elo de ligação com Deus Pai, para agirmos conforme Ele nos ensinou a caminho da salvação.Jesus se fez carne, sendo Deus, consubstancial ao Pai, Ele desceu dos céus, cumpriu sua missão de revelar os preceitos do amor divino, venceu a morte, ressuscitou, nos soprou o Espírito Santo e ascendeu de volta aos céus, ou seja, fez o movimento de subir por suas próprias forças.  À vista de seus apóstolos Jesus subiu e não foi levado por ninguém, ao contrário de criaturas especiais de Deus como a Santíssima Virgem Maria, Henoc, Moisés e Elias.Antes de partir, em seu infinito amor divino, mas tendo feito dos apóstolos seus amigos íntimos e embaixadores de sua Palavra, Jesus concedeu a estes e também a nós a liberdade de usarmos o seu Nome para pedirmos graças e bençãos. Jesus não limitou a quantidade de vezes nem a forma exata, uma vez que é implícito seu amor infinito e sempre conforme a vontade de Deus, ou seja, com e por amor, para o bem, com o auxílio do Espírito Santo, o Jesus nos concedeu a graça de usar seu nome com generosidade.O nome Jesus quer dizer “Deus Salva”. Se Nele cremos e O invocamos em espírito e verdade, então estamos dando testemunho que a salvação ali pedida ou esperada é certa, no tempo e modo de Deus. Jesus também  quer que tomemos posse de nossa missão (ordem/serviço), fazendo nossa parte como cristãos, pedras da construção divina, na condição em que estamos, dando testemunho (dedo/registro/digital) de fé, em espírito  e verdade, de mente e de coração, plantando esperança de que existe cura, libertação e salvação, ou seja, repouso (descanso/conselho) na luta terrena, que há jeito para tudo, desde que com Jesus, no tempo e modo de Deus, que é fiel.Fé, esperança e amor-caridade! Jesus renova todas as coisas! Orações recíprocas!🙏🙏🙏https://www.instagram.com/p/C61thjROXx3/?igsh=MWttNmdoYnphN2ZmeQ==

vmelo2019

Cerco de Jericó 4° dia

As leituras são: Josué 3,5-17; Gênesis 1,20-23; Salmo 50(51); Evangelho do dia: João 16,20-23a; Catecismo da Igreja Católica n° 1659 a 1666 e 697 (símbolo NUVEM E A LUZ/MISTÉRIO E PROTEÇÃO), meditando sobre o sacramento do MATRIMÔNIO (casais ou Igreja) e o dom da PIEDADE no Espírito Santo.
Abençoado dia para aprendermos de Jesus que sua presença é nossa alegria e força, e que as tristezas terrenas são passageiras  diante da grandeza dos planos de Deus para nós.Jesus nunca engana e adverte aos seus seguidores desde os apóstolos até os dias atuais, que há tempos ou fases difíceis, de tristeza, escuridão, que precisam ser suportados como processo, na espera ativa, na fé, até chegar o tempo da alegria e da luz, como fez nossa querida Virgem Mãe Maria, que ficou de pé, ao pé da cruz, sofrendo a dor da crucificação de seu Filho. Assim também qualquer criatura que tem Deus em seu coração, que acredita na vida, na fidelidade e no amor do Criador, revelado mais ainda em Jesus. Fácil nem sempre é, mas é possível. Jesus nos chama a sermos fortes, nos chama à renúncia de nós mesmos, das limitações mundanas internas e externas, para chegarmos à salvação eterna. No quarto dia do Cerco meditamos sobre a travessia feita pelos judeus, que remete à necessária travessia em nós mesmos, do antigo estilo de vida para a novidade que é Jesus. Eles passaram a pé enxuto, só com o essencial, confiantes na bondade (nuvem e luz/ mistério e proteção) de Deus. Quem sabe estamos querendo sair do deserto e indo para a Terra Prometida sem fazermos nossas renúncias, sem mudança, sem largarmos nossas cargas de mágoas, comodismos e vícios antigos. Jesus nos chama a termos esperança Nele, fazendo nossa parte, com retidão e misericórdia (piedade), confiando da bondade (nuvem e luz/ mistério e proteção) de Deus. Fácil não é, mas Jesus está sempre conosco, com quem se dispõe a andar com Ele (parceria/matrimônio/Igreja). Precisamos seguir adiante, resistir com fé, acreditar no processo, ativos, mas submetidos à vontade divina, tempo e modo de Deus. A alegria de ter Jesus é a força do cristão. Fé, esperança e amor-caridade! Jesus renova todas as coisas!! Orações recíprocas!! 🙏https://www.instagram.com/p/C6ydmD_LrvD/?igsh=NnA2bmRwczVjanow

vmelo2019

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade